• Facebook  
  • Facebook Formação
  • LinkedIn
  • YouTube
Pesquisa avançada

Medidas de Autoproteção


DATA

21/10/2019 a 24/10/2019

HORÁRIO

2ª a 5ª Feira - 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

DURAÇÃO

30 horas

PREÇO
(a este valor acresce IVA à taxa legal em vigor)

450 €

Descontos (não acumuláveis):
10% de desconto a partir da 2ª inscrição da mesma empresa

LOCAL

Oeiras - Taguspark

Ver mapa

CONTACTO

João Loureiro
jmloureiro@isq.pt
Telef: 925766358

Pedir mais informações

ENQUADRAMENTO

A legislação de segurança contra incêndio em edifícios em vigor baseia-se nos princípios gerais da preservação da vida humana, do ambiente e do património cultural e, para tal, visa reduzir a probabilidade de ocorrência e limitar o desenvolvimento de incêndios, facilitar a evacuação e salvamento dos ocupantes em risco e permitir a intervenção eficaz e segura dos meios de socorro.
As medidas de autoprotecção são de implementação obrigatória a todos os edifícios e recintos, mesmo os existentes à data de entrada em vigor do DL 220/2008 de 12 de Novembro. A autoprotecção e a gestão de segurança contra incêndio baseiam-se nas medidas preventivas e de intervenção.
Este curso pertence a uma série de três (“Regime Jurídico de Segurança Contra Incêndio em Edifícios”, “Medidas Passivas a Activas de Segurança Contra Incêndio” e “Medidas de Autoprotecção”), pode ser frequentado em separado ou em conjunto no sentido de integrar um percurso formativo básico em segurança contra incêndio.
O presente curso integra o programa de Formação Contínua do ISQ. É um curso de actualização técnica e científica reconhecido pela ACT, para efeitos de renovação do CAP de Técnico Superior de Segurança e Higiene do Trabalho (nível V). e Técnico de Segurança e Higiene do Trabalho (nível III).

OBJETIVO

No final da acção de formação os participantes deverão ser capazes de:
• Reconhecer as medidas de autoprotecção mínimas a aplicar para um determinado edifício ou recinto;
• Identificar as medidas correctivas minímas a implementar nos diversos locais de forma a fazer-se cumprir com a legislação de SCIE;
• Distinguir entre medidas de prevenção e de intervenção;
• Identificar e aplicar os princípios básicos necessários para a elaboração e implementação dos elementos constituintes das Medidas de Autoprotecção.

DESTINATÁRIOS

Técnicos e Técnicos Superiores de Segurança e Higiene do Trabalho, bem como outros técnicos com responsabilidades ao nível da coordenação de segurança em situações de emergência.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

DL 220/2008, de 12 de Novembro orientado para as Medidas de Autoproteção:
• Utilizações-tipo;
• Categorias de Risco;
• Locais de risco;
DL 224/2015, de 9 de Outubro, orientado para as Medidas de Autoproteção:
• Alterações legislativas;
Despacho do Presidente da ANPC n.º 2074/2009, de 15 de Janeiro:
• Critérios para a determinação da densidade de carga de incêndio modificada;
• Exercício;
Portaria n.º 1532/2008, de 29 de Dezembro orientada para as Medidas de Autoproteção;
Registos de Segurança;
Procedimentos de Prevenção e Plano de Prevenção;
Plantas de Prevenção;
Procedimentos de Emergência e Plano de Emergência Interno;
Plantas de Emergência;
Ações de Formação e Simulacros;
Visita de Estudo.

OBSERVAÇÕES




A documentação de apoio ao curso é distribuída em suporte informático.

Também pode aceder ao Formulário de Inscrição aqui


Cursos em Destaque

Algumas ONG que pode ajudar

Make a Wish REFOOD Helpo Associação Luchapa